(97) 3343-3017

Ligue E Participe

PEDIDOS
VÍDEOS
Baixe o Flash Player para ver este vídeo
ENQUETE

    Como você ouve nossa radio

    • Radio
    • Internet
    • Aplicativo
    • Facebook
    Carregando...
Notícias

Cidades do Amazonas são reféns dos humores do rio

As cheias são fenômenos que mais têm afetado a realidade dos municípios nos quatro últimos anos

11 de julho de 2018 às 14h28min

levantamento do IBGE mostra a necessidade de políticas públicas diferenciadas para um Estado continental como o Amazonas, com 1,5 milhão de quilômetros quadrados para uma população de um pouco mais 4 milhões de habitantes. Diante disso, a questão logística ganha uma importância cada vez maior. O presidente da Associação Amazonense dos MunicOs rios impactam economicamente quase a totalidade dos municípios amazonenses, para o bem e para o mal. Se por um lado 85% dos municípios locais têm acesso hidroviário que diminui o isolamento, 90% das cidades do Amazonas são atingidas por enchente ou inundações. Na questão habitacional, também chama a atenção o dado que 56% dos municípios amazonenses contam com favelas na área urbana. Os dados constam da pesquisa Munic (Perfil dos Municípios Brasileiros) 2017 divulgada na manhã de ontem pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Oípios, Andreson Cavalcante, avalia que os municípios amazonenses retratam a realidade decorrente da falta de interiorização do desenvolvimento. "O surgimento das favelas é uma realidade nos últimos anos pela falta de geração de renda em muitos municípios", avalia. Andreson, que é prefeito de Autazes, questiona a centralização econômica na capital que faz com que o interior fique com menos de 10% da receita gerada no Estado. A consequência disso é favelização dos amontoados urbanos e os crescentes índices de violência.

OUTRAS NOTÍCIAS

CONTATO

(97) 3343-3017

[email protected]

Redes Sociais